mfa

FÁBULA é uma narração breve, de natureza simbólica, cujos personagens por via de regra são animais que pensam, agem e sentem como os seres humanos. Esta narrativa tem por objetivo transmitir uma lição de moral.

PARÁBOLAS.

PARÁBOLAS , falam de algo que o povo já conhece, para levá-lo a descobrir aquilo que ele nem imagina. Assim podem falar de realidades misteriosas como o Reino de Deus, por exemplo, como as parábolas de Jesus nos envolvem naquilo que está sendo apresentado e provocam uma iluminação por meio de uma comparação que nos faz perceber como a realidade funciona...

METÁFORA.


METÁFORA é uma figura de estilo (ou tropo linguístico), que consiste numa comparação entre dois elementos por meio de seus significados imagísticos, causando o efeito de atribuição "inesperada" ou improvável de significados de um termo a outro. Didaticamente, pode-se considerá-la como uma comparação que não usa conectivo (por exemplo, "como"), mas que apresenta de forma literal uma equivalência que é apenas figurada.

MITO é uma narrativa de caráter simbólico, relacionada a uma dada cultura. O mito procura explicar a realidade, os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais, as origens do Mundo e do Homem por meio de deuses, semi-deuses e heróis. O mito só fala daquilo que realmente aconteceu do que se manifestou, sendo as suas personagens principais seres sobrenaturais, conhecidos devido aquilo que fizeram no tempo dos primordios. Os mitos revelam a sua actividade criadora e mostram a “sobrenaturalidade” ou a sacralidade das suas obras. Em suma os mitos revelam e descrevem as diversas e frequentemente dramáticas eclosões do sagrado ou sobrenatural nomundo. É está “intormição” ou eclosão do sagrado(sobrenatural), que funda, que dá origem ao mundo tal como ele é hoje. Sendo também graças à intervenção de seres sobrenaturais que o homem é o que é hoje.

Ler é viajar sem sair do lugar.

Ler é viajar sem sair do lugar.

Desperte para o Mundo Encantado da Leitura.


clock-desktop.com

sábado, 23 de janeiro de 2010

O velho, o jovem e o burro






Um velho, um menino e um burro vinham caminhando por uma estrada. Algumas pessoas passavam e comentavam:
- Ora, são mais burros que o próprio burro. Caminham a pé e o burro segue descansado.
O velho refletiu e resolveu: Sentou-se no dorso do burro e continuaram a caminhada. Outras pessoas passaram e comentaram:
- Olha que maldade. O velho folgado em cima do burro e o pobre menino caminhando.
O velho achou melhor descer do burro e colocar o menino no seu lugar. A caminhada seguia tranqüila até que alguns passantes comentaram:

- Olha o absurdo da situação. O menino, que é novo e forte vai no lombo do animal e o velhinho, coitado, segue caminhando.
O velho então, já confuso, tirou o menino do lombo do animal e terminou a caminhada carregando o burro nas costas.Com esta fábula aprendemos que as nossas ações têm de ser fundadas para que sejam firmes e determinadas. Se não tivermos certeza dos nossos objetivos e determinação nas nossas propostas, com certeza deixaremos que todas as influências interfiram em nossa estrada, confundindo nossas idéias e deixando-nos completamente perdidos.

Moral da história :

Acreditando no caminho que traçamos, percorreremos com tranqüilidade em direção ao rumo certo, sem nos deixarmos abalar pela opinião dos outros.

Nenhum comentário:

A ÁGUIA ------ Motivacional